EDITORA SOLISLUNA LANÇA O LIVRO “OXALUFÔ

Capa do livro Oxalufã, de Renato da Silveira (texto) e Edsoleda Santos (ilustração)

Ontem, dia 21, às 19 horas, a Solisluna Editora lançou na Livraria Cultura do Salvador Shopping o livro Oxalufã. Narrativa saborosa, escrita pelo doutor em antropologia Renato da Silveira a partir do texto original em francês de Pierre Verger e ilustrada por Edsoleda Santos, o livro conta a lenda do orixá Oxalufã, lembrada anualmente nos terreiros do candomblé nagô-iorubá, durante o ciclo de festas de Oxalá.

A obra foi lançada nacionalmente durante a 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, e é o primeiro de uma série de livros sobre as lendas africanas que serão publicadas pela Solisluna. Em Salvador será realizada uma conversa com os autores sobre o livro, seguido de uma sessão de autógrafos.

O LIVRO
A história deste livro magnificamente ilustrado sobre o antigo mito das águas de Oxalá, assimilado à Lavagem do Bonfim, foi divulgado entre nós por Pierre Verger. Esta nova versão completa a narrativa com vários detalhes interessantes, situa-a na monumental paisagem africana, integra símbolos e sabores da cultura iorubana tradicional, deixando-a mais visual e mais colorida, além de enfatizar o conteúdo humano mais profundo da lenda, a exaltação da postura de determinação e conduta individual e exigência de conduta ética no exercício dos poderes coletivos. Aos leitores de todas as idades e de todos os paladares, Oxalufã informa, instrui, sensibiliza, encanta.

AUTOR DO TEXTO
Artista plástico e gráfico, Renato da Silveira nasceu em Salvador, Bahia, em 1944. É professor do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos da Universidade Federal da Bahia. Recebeu o título de Doutor em Antropologia pela École des Hautes Études em Sciences Sociales de Paris em 1982. Pós-doutoramento no parisiense Centre d’Anthropologie des Mondes Contemporains em 2001-2002. Publicou vários artigos em revistas científicas sobre o Brasil colonial e as culturas afro-brasileiras. É autor do livro O Candomblé da Barroquinha: Processo de Constituição do Primeiro Terreiro Baiano de Keto.

AUTORA DA ILUSTRAÇÃO
Mestre em artes pela Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia, Edsoleda Santos iniciou a sua carreira como artista plástica em 1965. A partir dessa época, desenvolveu as técnicas de bico de pena e aquarela, dando ênfase ao desenho, usando como temas a arquitetura colonial de Salvador e a histórica em quadrinhos. Estuda os temas de religião afro-baiana, procurando mostrar sempre a interrelação arte-candomblé e natureza.

A EDITORA
A Solisluna Design e Editora foi criada por Enéas Guerra e Valéria Pergentino em 1993. Dedicada à comunicação visual (www.solislunadesign.com.br) e à publicação de livros, a Solisluna está cada vez mais atuante no mercado editorial brasileiro. Publica literatura, literatura infanto-juvenil, cultura afro-brasileira, livros técnicos e de arte. Realiza projetos de importante valor artístico e cultural: publicações que tratam do patrimônio histórico, arquitetônico e religioso, da pluralidade racial, do meio ambiente e de questões relacionadas a mudanças sociais e tecnológicas. Em 2010 esteve presente na 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, onde lançou 16 títulos de autores baianos ou radicados na Bahia.

SERVIÇO
Lançamento do livro Oxalufã

Data: 21 de janeiro, sexta-feira
Horário: 19 horas
Local: Livraria Cultura do Salvador Shopping

Nº de páginas: 36
Formato: 23 x 28 cm
Preço nas livrarias: R$ 35,00

* Vendas online: http://www.livrariacultura.com.br e http://www.solislunaeditora.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s