Transformação Pela Arte Nascida do Lixo

Obra "Tião em Marat" de Vik Muniz

Lixo Extraordinário mostra como o artista plástico Vik Muniz mudou a vida de um grupo de catadores

Há três anos, Sebastião dos Santos, presidente da Associação dos Catadores do Aterro Sanitário de Jardim Gramacho, no Rio, conheceu o brasileiro Vik Muniz, um dos principais artistas plásticos da atualidade. Ao aceitar fazer um projeto que envolvia também outros catadores, Tião não imaginava estaria mudando radicalmente a sua vida.

O trabalho de Vik com os catadores do maior aterro sanitário do mundo está retratado no filme Lixo Extraordinário, pré-selecionado para concorrer ao Oscar de melhor documentário e que estreia amanha no Brasil. O longa foi premiado nos festivais de Berlim, Sundance, Paulínia e na Mostra Internacional de São Paulo.

Lixo Extraordinário deixa espaço para reflexões que vão além do óbvio e leva a pensar sobre o poder transformador da arte em meio à pobreza – de onde veio o próprio Vik Muniz, nascido e criado na periferia de São Paulo e conhecido por suas obras feitas a partir de materiais muitas vezes descartados.

Fonte: Flávia Lima / destak jornal

Veja o trailler do filme:

Anúncios

Um comentário em “Transformação Pela Arte Nascida do Lixo

  1. Boa tarde!
    Fico até sem palavras…é simplesmente emocionante de VER TANTA BELEZA JUNTA …Tão inusitado, incrível…SEMPRE!!!
    ENTÃO VIVA a ARTE e VIVA a VIK MUNIZ!
    Sou SUA FÃ!
    PARABÉNS. SEMPRE!!!!
    Hélida Lima

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s