Filme “Turma da Mônica – Laços”


Em “Turma da Mônica – Laços”, live-action que leva os quadrinhos de Mauricio de Sousa ao mundo real, Kevin Vechiatto é o Cebolinha; Gabriel Moreira é o Cascão; Giulia Barreto é a Mônica; e Laura Rauseo é a Magali. Também estão no elenco Monica Iozzi, como a Dona Luísa, Paulo Vilhena como seu Cebola, e Ravel Cabral como Homem do Saco. A direção é de Daniel Rezende (“Bingo: O rei das manhãs”).

“Turma da Mônica – Laços”, filme, que leva os quadrinhos de Mauricio de Sousa ao mundo real, chega aos cinemas em 27 de junho de 2019.
A história é baseada na história em Quadrinhos Laços, criada por Vitor Cafaggi e Lu Cafaggi.
O que dizer dessa história em quadrinhos hien!? Quem não leu ainda, sugiro que corra para livraria e se permitam esse verdadeiro deleite. É leve, emocionante, tocante.
Acredito que cada um que conheceu a história através da publicação deve estar como eu, torcendo para que a adaptação para o cinema consiga levar o clima tão gostoso, a atmosfera que apesar de infantil, toca a pessoas de qualquer idade.

Confira o trailler:

:: Wilton Bernardo, professor do Curso de Quadrinhos da Oficina HQ
@oficinahq

Laço Afro na Casa Boqueirão

Feiras, exposições individuais, coletivas, stands em colégios, faculdade, lojas virtuais, os caminhos para o pequeno empreendedor que produz arte, artesanato, moda, são variados. Eu, Wilton Bernardo venho transitando em áreas variadas, mas que se correlacionam. Assim faço dessa transição a identidade dessa produção. Eu diria que é sim, no meu caso, ou melhor, no caso da minha marca Laço Afro. Desde 16 de dezembro de 2007 tenho assinado com essa marca a mistura de produtos que poderiam ser separadamente etiquetados de artesanato, outros de design e outros de moda. Isso sem falar nas ilustrações em grafite ou digitais que transitam em galerias de artes. Tudo isso, dentro de um contexto temático que valoriza e reflete a cultura afro-brasileira: LAÇO AFRO – mais que moda, celebração; mais que atitude afirmação.

LAÇO AFRO EM LOJA COLABORATIVA
Circulei e experimentei várias formas de divulgar e comercializar o meu trabalho, e a atual experimentação acontece dentro da loja colaborativa Casa Boqueirão. Faz tempo que venho namorando a idéia de uma loja colaborativa, desde a experiência que tive vivenciando a experiência de compartilhar a loja Espaço Ímpar com outros criativos.
Entre São Paulo e Salvador, conheci algumas lojas, e fui tentando encontrar alguma que houvesse identificação.Salvador, abraçou recentemente a idéia colaborativa e definitivamente isso é muito bom! Essa movimentação, parcerias tem um saldo super positivo. E é assim que a Laço Afro dá mais um passo vislumbrando divulgar, ser mais vista e acessível.
Desde o dia 8 de novembro de 2018, a marca que eu tanto amo e que faz cada vez mais sentido pra mim, se une a diversas outras marcas muito legais como Preta Brasil, Yosh, entre várias outras.

CASA BOQUEIRÃO
O artista visual Alfredo gama e a arquiteta Tânia Povoa, responsáveis pela loja colaborativa Casa Boqueirão são super receptivos e atenciosos. Isso faz a diferença em qualquer ambiente, não apenas para o consumidor. Assim, eu realmente me senti privilegiado fazer parte do grupo de pessoas super talentosas que ocupam cada espaço da Casa Boqueirão.

SERVIÇO
O QUÊ? A marca Laço Afro na loja colaborativa Casa Boqueirão
QUANDO? Desde 8/11/2018
FUNCIONAMENTO? Das 14 às 20h, de quarta a domingo
ENDEREÇO? Rua direita do Santo Antônio, 56, Boqueirão, CEP 40.301-280, Salvador-BA
INSTAGRAM? @lacoafro e @casaboqueirao

* Wilton Bernardo ( http://www.wiltonbernardo) é o criativo da Laço Afro
Instagram: @lacoafro e @wilton_bernardo
#moda #artesanato #arte #cultura #CulturaAfro #orixás #Iemanjá #Yemanjá #iansã #iansa #oxala #oxóssi #oxum #logumede #ogum #Oba #oxumare #Ossain #Oxaguian #xango #xangô

Lembra os principais personagens de “Os Smurfs”?

Quem era criança na década de 1980, provavelmente ainda se lembra do “la-la-lalala-la” dos Smurfs.

Esses serezinhos azuis, que andavam meio esquecidos, estão de volta. No dia 5 de agosto, o filme “Os Smurfs” chega aos cinemas e apresenta as criaturinhas para uma nova geração.
Nessa nova aventura, os Smurfs deixam sua aldeia no meio da floresta e vão parar no centro de Nova York. Confira os principais personagens:

Papai Smurf
É o chefe da vila e o único que veste uma cor diferente. Enquanto todos os Smurfs usam uma calça e um gorrinho branco, o Papai Smurf se veste de vermelho.

Smurfette
É a única Smurf menina. Na verdade, ela foi criada pelo vilão Gargamel para atrair os Smurfs para uma cilada. Só que o plano acaba dando errado, e ela fica na vila junto com os outros azuizinhos.

Gargamel
É o vilão. Seu sonho é destruir os Smurfs. No começo, ele queria os serezinhos como ingredientes de uma poção para fazer ouro. Mas, depois, sua ambição virou apenas destruir os Smurfs.

Gênio
É o mais inteligente e o único que usa óculos. Ele inventa coisas e tem a mania de sempre corrigir os erros dos outros.

Robusto
É o mais forte. Consegue levantar pedras e outras coisas muito pesadas. Ele passa as manhãs se exercitando e tem uma tatuagem com um coração no braço.

Ranzinza
Ele nunca fala nada. A não ser que odeie alguma coisa. Esse Smurf sempre está com a cara emburrada e, não importa o que alguém sugira, ele vai ser do contra.

Desastrado
É um dos mais famosos e mais queridos entre o público. Mesmo assim, entre os Smurfs, ele não está entre os mais populares. E não é sem motivo. Se alguma coisa errada está acontecendo, pode ter certeza: o Desastrado está no meio da confusão.

Fonte: UOL

A síndrome do Zé Carioca

Zé Carioca em seu filme de estreia, em 1942, Alô, Amigos

A arara azul Blu, que estreou nos cinemas no mês de abril em Rio, dirigido pelo brasileiro Carlos Saldanha (A Era do Gelo, 2002), é o segundo pássaro a representar o Brasil no mercado internacional de animações. Aos 70 anos, o papagaio boêmio Zé Carioca, criado pelos estúdios Walt Disney, ainda é  um dos grandes ícones nacionais no exterior e ainda povoa o imaginário popular com sua versão do malandro. Relembre os filmes protagonizados por ele.

Alô, Amigos (1942)

Os estúdios Walt Disney lançaram a animação Alô, Amigos. No filme de 1942, Zé Carioca, na época estreante, protagoniza como guia turístico a viagem de Pato Donald e Pateta por alguns países da América do Sul.
Ressaltando a cultura e a paisagem, a jornada passa por Chile, Peru, Argentina e Brasil. Assista a um trecho do filme que retrata o Rio de Janeiro da década de 40:

Você já foi à Bahia? (1944)

Muito semelhante à obra de apresentação de Zé Carioca, Você já foi à Bahia?, de 1944, continua como uma exaltação das características naturais e culturais da América do Sul. Nesse filme, o papagaio e o aracuã mexicano Panchito presenteiam o aniversariante Pato Donald com uma visita aos seus respectivos países. No Brasil, rumo a Bahia, os viajantes encontram com a atriz e cantora Aurora Miranda, trajada com vestimentas parecidas com as que fizeram sua irmã, Carmen, famosa.

Assista ao trecho inicial do filme:

Fonte: Revista Bravo (Leia na íntegra a matéria Do Papagaio à Arara, sobre a representação brasileira nas animações norte-americanas, na edição maio/165)

PIXAR É ACUSADA DE PLÁGIO POR “CARROS”

Quando a Pixar lançou o primeiro CARROS, em 2006, muita gente acusou o filme de ter uma trama quase igual à de Dr. Hollywood – não o enlatado exibido pela RedeTV, mas o filme de 1991 em que Michael J. Fox vivia um cirurgião plástico que, no auge de sua carreira profissional, vai parar (sem querer) na cidadezinha de Grady e acaba passando por uma importante mudança pessoal.

De acordo com um roteirista inglês, a história de Relâmpago McQueen é ainda menos original do que parecia. O Hollywood Reporter informa que Jake Mandeville-Anthony está processando a Disney e a Pixar, alegando que CARROS e sua sequência, prevista para estrear em 24 de junho, são parcialmente baseados em criações suas. Além de buscar as devidas compensações, ele pretende impedir o lançamento de CARROS 2.

Mandeville diz que, no início dos anos 90, enviou para vários estúdios cópias de dois projetos que desenvolveu – um, de nome “Cookie & Co”, sobre a história real do piloto Michael Owen Perkins, que venceu uma corrida em 1988, e um outro chamado “Cars,” que incluia tratamento, amostra do roteiro, descrições de 46 personagens carros, esboços de 10 deles, e um planejamento de marketing e merchandising. Em sua queixa, Mandeville lista uma série de similaridades entre a obra da Pixar e a dele.

Entre os estúdios para os quais Mandeville diz ter enviado seu material está a Disney. Além disso, ele afirma ter se encontrado pessoalmente com um executivo da Lucasfilm chamado Jim Morris em 1993 e entregado a ele cópias de seu trabalho. A Pixar e a Lucasfilm tinham uma certa proximidade desde os anos 80, afinal, o estúdio de TOY STORY surgiu a partir de uma subdivisão da Lucasfilm. De acordo com Mandeville, em 2005 Morris passou a fazer parte da Pixar.

O queixoso alega violação de direitos autorais e de contrato implícito. Mas esta ação não é a primeira que ele move contra a Disney/Pixar. Já vinha rolando antes uma outra disputa judicial envolvendo os dois lados, sigilosamente.

A Pixar ainda não se pronunciou a respeito.
Fonte: www.animatoons.com.br

TAYLOR SWIFT SE UNE AO ELENCO DE THE LORAX, PRÓXIMA ANIMAÇÃO DA ILLUMINATION

Adaptado de um clássico conto do Dr. Seuss, THE LORAX conta a jornada de um garoto que procura a única coisa que poderá fazer com que ele conquiste a afeição da garota de seus sonhos. Para encontrá-la, ele tem que descobrir a história do Lorax, a zangada porém charmosa criatura que luta para proteger seu mundo. A aventura animada é o terceiro filme criado pela Illumination Entertainment e pela Universal (responsáveis por MEU MALVADO FAVORITO e Hop – Rebelde Sem Páscoa) e será lançada em 2 de março de 2012.

A cantora Taylor Swift foi adicionada ao elenco de DR. SEUSS’ THE LORAX. Ela vai se juntar a Danny DeVito, Ed Helms, Zac Efron, Rob Riggle e Betty White interpretando Audrey, a garota dos sonhos de Ted (Efron).

O adorado conto infantil “The Lorax”, de Dr. Seuss, foi publicado pela primeira vez em 1971 e vendeu mais de um milhão de exemplares em todo o mundo. “Em 1970, durante sua viagem ao Serengeti, Ted Geisel rabiscou anotações em um guardanapo. Estas ideias se tornaram a base para seu livro favorito, ‘O Lorax’”, disse Chris Meledandri, fundador da Illumination. “Por trás dos temas indestrutíveis da história, existe um grupo de personagens Seussianos inesquecíveis, e a criatura que é o personagem título é ao mesmo tempo insolente e adorável. Levando seu humor afiado, grande coração e profunda consciência para o projeto, Danny DeVito representa o Lorax e temos um elenco de apoio absolutamente estelar, liderado por Ed, Taylor, Zac, Rob e Betty”.

DR. SEUSS’ THE LORAX reúne novamente uma boa parte da equipe que levou para as telas de cinema o sucesso de bilheterias MEU MALVADO FAVORITO. O filme será dirigido por Chris Renaud (MEU MALVADO FAVORITO) a partir do roteiro de Cinco Paul & Ken Daurio (MEU MALVADO FAVORITO, Hop – Rebelde Sem Páscoa, HORTON E O MUNDO DOS QUEM!). Meledandri e a colega produtora de MEU MALVADO FAVORITO Janet Healey, produzirão o longa para a Illumination juntamente com Audrey Geisel, que é a produtora executiva do filme. Esta é a segunda colaboração entre Geisel e Meledandri, o próximo projeto juntos depois de seu trabalho como produtores executivos de HORTON E O MUNDO DOS QUEM!.

Kyle Balda, um importante líder criativo de MEU MALVADO FAVORITO, é o co-diretor do filme. Eric Guillon, que foi o diretor de arte de MEU MALVADO FAVORITO e o desenhista de produção Yarrow Cheney irão trabalhar nas mesmas funções em DR. SEUSS’ THE LORAX. John Powell, que irá compor a música para o filme, colaborou anteriormente com Meledandri em ROBÔS, A ERA DO GELO e HORTON E O MUNDO DOS QUEM!.

fonte: www.animatoons.com.br