Syfy anuncia duas minisséries de alienígenas: Ringworld e Childhood’s End

Nesta semana, através de nota de imprensa, o canal americano Syfy anunciou que vai produzir duas novas minisséries de ficção científica: Ringworld e Childhood’s End, ambas baseadas em livros best-sellers.

ringworld

A nova minissérie Ringworld, baseada no livro de mesmo nome de Larry Niven, mostra uma equipe de exploradores que é montada com urgência para viajar aos mais longínquos locais do espaço e investigar um artefato alienígena que deixou todos estupefatos: o Ringworld, um habitat artificial do tamanho de um milhão de “planetas Terras”.

Quando chegam a essa enorme estrutura, eles descobrem os escombros de antigas civilizações, uma tecnologia além de seus maiores devaneios e mistérios que revelam as origens da humanidade — e, o mais importante, uma possível salvação para a Terra sentenciada ao seu fim.

Ringworld é escrita por Michael Perry (The River, Atividade Paranormal 2) e está sendo desenvolvida como um uma minissérie de quatro episódios. Seus produtores executivos são William S. Todman Jr. e Edward Milstein.

Childhood’s End: invasão alien do bem
alien
Fonte da imagem: Shutter Stock

Childhood’s End, baseada no livro de Arthur C. Clarke, mostra uma invasão alienígena pacífica na Terra, feita pelos misteriosos Overlords. A chegada dos visitantes traz o fim de todas as guerras e transforma o planeta numa espécie de utopia.

A série tem como produtor-executivo Michael DeLuca (A Rede Social). Não ficou claro quantos episódios de Childhood’s End serão produzidos.

Ainda não foi anunciada a data de estreia das duas minisséries.

E você, gostou mais de qual delas?

fonte: minha serie

Publicidade:

banner_oficina_hq_abril_2013

Anúncios

Neill Blomkamp ainda se interessa pelo filme da série Halo

halo_4_cortana_background_by_crowlad-d52fobn

Neil Blomkamp, diretor de “Distrito 9″ e do ainda inédito “Elysium“, continua interessado em fazer um filme do jogo Halo, mas apenas o faria se lhe fosse dado controle total do projeto. No entanto, entende-se que a Microsoft esteja sendo protetora em relação a Halo.

Blomkamp assinou, há cinco anos atrás, para fazer o filme juntamente com o Peter Jackson, mas o projeto desabou assim que a Microsoft ficou com os direitos do filme. Mas, apesar da ideia complexa de trabalhar num projeto como o Halo, Blomkamp continua aberto para o produzir.

“Eu continuo a amar o mundo, o universo e a mitologia do Halo“, disse ele ao IGN, “Se me fosse dado controle, eu adoraria fazer esse filme.”

E vocês, gostariam de ver a série da Microsoft virar filme, e se sim, concordam com a direção de Blomkamp?

22828_halo_halo_4

Fonte: games brasil

Publicidade:
banner_oficina_hq_abril_2013