Ex-comandante da rota lança revista em quadrinhos

HQ-policial
Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2014/06/1477305-ex-comandante-da-rota-vereador-lanca-revista-em-quadrinhos-para-fas-da-pm.shtml ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos da Folha estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que a Folha faz na qualidade de seu jornalismo. Se precisa copiar trecho de texto da Folha para uso privado, por favor logue-se como assinante ou cadastrado.

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2014/06/1477305-ex-comandante-da-rota-vereador-lanca-revista-em-quadrinhos-para-fas-da-pm.shtml ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos da Folha estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que a Folha faz na qualidade de seu jornalismo. Se precisa copiar trecho de texto da Folha para uso privado, por favor logue-se como assinante ou cadastrado.

HQ-policial-2

Fonte: Jornal Folha de São Paulo

‘Façam quadrinhos’, diz autora de HQ que baseou filme vencedor de Cannes

blue
A francesa Julie Maroh, autora da história em quadrinhos que inspirou o filme “La vie d’Adele”, publicou, sem seu site oficial, uma mensagem sobre a Palma de Ouro concedida ao filme no festival de Cannes no domingo (26). Julie escreveu e desenhou em 2010 a HQ “Le bleu est une couleur chaude”, sobre o amor entre duas mulheres.
“Obrigada a todos por suas mensagens de hoje. Eu não tenho palavras para descrever a magnitude do que passei por algumas horas. Eu sei que muitos estão à espera de um comentário meu sobre o filme. Eu já vi duas vezes. Vou comentar mais tarde (…). Mas obrigada novamente. Façam história em quadrinhos, é legal”, recomendou Julie.
quadrinho-blue-1

“Clementine é uma estudante nova que parece ‘normal’ o suficiente: ela tem amigos, família, e até um namorado. Mas ela não consegue retribuir os sentimentos dele por ela, então termina o namoro. Quando sua melhor amiga a leva para um bar gay, ela fica atraída por Emma, uma garota com visual punk, confiante, com cabelo azul. O evento leva Clementine a descobrir novos aspectos dela, passionais e trágicos”, diz o texto de divulgação da edição em inglês do quadrinho.
Assim como a história em quadrinhos, o filme narra o despertar sexual e a paixão lésbica de uma adolescente por uma jovem de cabelos azuis. O filme ganhou o título em inglês de “Blue is the warmest colour”. Julie Maroh é creditada como roteirista do longa.
O prêmio ao filme sobre paixão lésbica foi concedido no mesmo dia de um novo evento em Paris organizado por opositores ao casamento gay, recém-autorizado na França.
O filme tem as cenas sexuais mais gráficas e apaixonadas entre duas mulheres já vistas em Cannes, de acordo com a agência de notícias France Presse.
“La vie d’Adele” usa recorrentes imagens em close-up dos lábios da atriz Adele Exarchopoulos, seja dormindo, comendo ou beijando sua parceira, interpretada por Lea Seydoux, numa técnica que cria uma ligação entre o espectador e a personagem.
quadrinho-blue-2

Kechiche disse, após a exibição do filme em Cannes, que não teve medo de retratar o amor entre duas mulheres, mas o que impactou e conquistou a crítica foi o retrato psicológico e emocional das protagonistas. Rodado em Lille, norte da França, o drama já teve os direitos vendidos para um distribuidor americano, apesar das três horas de duração.

O filme ainda não tem data para estrear no Brasil.

Fonte: G1

Lançamento do capítulo de Amy Winehouse na série de HQ clube dos 27

Amy

Coleção francesa começa a ser publicada no Brasil a partir deste ano. Jimi Hendrix, Janis Joplin, Kurt Cobain e Amy Winehouse serão homenageados.

O que Brian Jones, Jimi Hendrix, Janis Joplin, Jim Morrison, Kurt Cobain e Amy Winehouse têm em comum? Além de serem ídolos da música, todos morreram aos 27 anos. A partir deste gancho, a Conrad Editora lança no Brasil a coleção francesa ‘O clube dos 27’, que traz biografias em quadrinhos destes artistas.
O primeiro a chegar, na próxima quarta-feira (10), é da cantora inglesa Amy Winehouse. Assinado pelos especialistas em música e jornalistas Christophe Goffete e Patrick Eudeline, o álbum é bastante explicativo e tem arte de Javi Fernandez. Cada volume vai custar R$ 40 e a próxima edição, que sai na França no final deste ano e chega ao Brasil em 2014, é dedicada a Kurt Cobain.

amy-hq

Fonte: Globo News

Fonte: Extra globo.com

Fonte: Bilboard

Publicidade

BANNER_OFICINA_HQ_Abril_2013

Gibi com casamento gay vende toda a tiragem nos Estados Unidos

O gibi Life with Archie # 16, lançado no dia 5 de janeiro deste ano, vendeu toda a tiragem nas comic shops dos Estados Unidos, de acordo com informações divulgadas no último fim de semana pelo site da revista The Hollywood Reporter.
A edição marcou um evento histórico nos quadrinhos: o casamento homossexual entre dois integrantes da galeria de personagens da Archie Comics.

Em For better or for worse!, quarta parte do arco Progress’s price, o soldado Kevin Keller é ferido na Guerra do Iraque e, no hospital em que é internado, se apaixona pelo médico Clay Walker – que também se enamora do paciente. O casamento é realizado na fictícia Riverdale, cidade em que acontece a maioria das aventuras do gibi, no qual são publicadas histórias de um futuro alternativo de Archie e sua turma.

Como seria de se esperar, o enlace matrimonial gerou protestos de entidades religiosas e grupos sociais conservadores dos EUA, como o One Million Moms, que chegou a exigir, peremptoriamente, a retirada de Life with Archie # 16 das prateleiras das gibiterias.

Fonte: Universo HQ