“Os Vingadores” para nossa alegria!

Depois de apresentar um a um seus super-heróis desde o primeiro “Homem de Ferro” em 2008, os estúdios Marvel finalmente reuniu sua super-equipe no esperado e impressionante “Os Vingadores”, que dá início à temporada primavera-verão hollywoodiana, particularmente rica em superproduções.

“Os Vingadores”, dirigido por Joss Whedon, criador da série “Buffy, a caça vampiros” e roteirista de “Toy Story”, estreia no Brasil, nesta sexta-feira (26/04/12).
O longa-metragem concretiza o sonho de Kevin Feige, copresidente da Marvel Studios e arquiteto do renascimento do cinema de super-heróis da Marvel, desde “Homem de Ferro”, interpretado com sucesso por Robert Downey Jr.

O plano de Feige era ambicioso: fazer cada super-herói da galeria principal – com exceção do Homem-Aranha e X-Men, cujos direitos pertencem a outros estúdios – estrelar seus próprios filmes, antes de reuni-los em uma única superprodução, “Os Vingadores”.

“O maior desafio durante estes anos foi dar vida individual para cada filme, sabendo que tudo levaria ao ‘Os Vingadores'”, declarou recentemente à imprensa em Beverly Hills, durante a apresentação do filme.
“Homem de Ferro” foi seguido por “O Incrível Hulk” (2008), estrelado por Edward Norton, “Homem de Ferro 2” (2010), que introduziu o personagem da Viúva Negra (Scarlett Johansson), “Thor” (2011), interpretado por Chris Hemsworth, e “Capitão América” (2011), incarnado por Chris Evans.

Para “Os Vingadores”, Edward Norton foi substituído por Mark Ruffalo, e Jeremy Renner (“Guerra ao terror”) se juntou ao elenco no papel de Gavião Arqueiro.
“Em 2007, quando fui escolhido para fazer ‘Homem de Ferro’, Kevin (Feige) me disse que o objetivo era ter todos os personagens juntos em um único filme para um projeto sem precedentes”, declarou Robert Downey Jr. “Eu lembro ter ficado nervoso, animado e cético”.
“E então, um dia, o Mark (Ruffalo) apareceu e eu disse: ‘uau!, isso realmente isso acontecer”, contou.
Herói da série de filmes mais popular do grupo, os dois “Homem de Ferro” arrecadaram quase 1,2 bilhão de dólares em receita, e o ator admite que, “em última análise, é mais agradável não levar o filme sozinho”. “Todo mundo está em pé de igualdade em ‘Os Vingadores’, e isso é ótimo”, enfatizou.

Para o diretor Joss Whedon, que também assina o roteiro, “o mais difícil foi a estrutura: como unir tudo isso, como fazer brilhar todos os personagens, como fazer o público passar de um personagem a outro, sentindo-se a cada vez envolvido da mesma maneira”.
A aposta valeu a pena. O roteiro é simples: o superpolicial mundial Nick Fury (Samuel L. Jackson) reúne os super-heróis para derrotar o irmão de Thor, o maléfico Loki, que roubou um cubo com um poder incalculável.

Joss Whedon adorou confrontar esses super-heróis, que lutam para trabalhar em conjunto.
Cheio de surpreendentes efeitos especiais, o filme conseguiu atingir o objetivo definido por seu diretor: “Capturar a essência dos quadrinhos, mas sem esquecer que fazemos um filme e não um desenho animado. É preciso capturar o espírito, mas sem ser um escravo dele”, afirmou.

O sucesso anunciado do filme também deve render cores à Disney, proprietária da Marvel desde 2009, após o fiasco de “John Carter”.

“Os Vingadores” abre a temporada de blockbusters de Hollywood, particularmente rica neste ano com os esperados retornos de Batman, “The Dark Knight Rises”, de Christopher Nolan, e do Homem Aranha, que retoma as origens da história do super-herói, desta vez interpretado por Andrew Garfield.

Fonte: Cineinsite

‘Os Vingadores’ reúne heróis, forte elenco e efeitos visuais

Os Vingadores - Estreia em 27 de abril 2012

Uma reunião de super-heróis – conte na lista O Incrível Hulk, Capitão América, Homem de Ferro e Thor -, interpretados por um elenco de peso, que tenta salvar a Terra de um inimigo inesperado. É isso – e muitos efeitos especiais – que promete o filme Os Vingadores, escrito e dirigido por Joss Whedon, que estreia em 27 de abril

No longa, Nick Fury (Samuel L. Jackson), diretor da agência S.H.I.E.L.D., recruta super-heróis de todas as partes do mundo após a ameaça de Loki (Tom Hiddleston) contra o planeta. Entre eles, estão a Viúva-Negra (Scarlett Johansson), Tony Stark, também conhecido como Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), O Incrível Hulk (Mark Ruffalo) e Capitão América (Chris Evans). O último acaba liderando o grupo nas horas críticas. Em entrevista aoTerra na manhã da última terça-feira (10), Chris disse não acreditar que exista um protagonista na trama. “Eu acho que o Capitão América acaba sentindo mais que os outros por ser de fora, já que ele está distante de sua própria época”, afirmou Chris (o personagem criado durante a Segunda Guerra Mundial passa décadas enterrado no gelo e acorda nos dias atuais).

O intérprete do Capitão comentou a química dos atores principais em cena, que acaba ficando visível no resultado final. Segundo o ator, a maioria já se conhecia de filmes anteriores (Scarlett e Downey atuaram juntos em Homem de Ferro, por exemplo), e o relacionamento amistoso só aumentou no set. “Nós nos demos muito bem”, afirmou.

Compensando o roteiro clássico e pouco original, o longa abusa de cenas de ação e efeitos. Para se preparar o papel, Chris contou com o apoio de treinadores. Alguns, como Chris Hemsworth, Jeremy Renner e Tom Hiddleston, que interpretam Thor, o Gavião Arqueiro e o antagonista Loki, respectivamente, tiveram aulas de diferentes estilos de luta, que iam do medieval ao kung fu e wushu. “Teve bastante treinamento. E cuidado para não se machucar”, explicou ele, que está em passagem-relâmpago no País para divulgar o filme e deseja voltar para visitar com calma.

Acostumado a encarnar super-heróis – antes de Capitão América e Os Vingadores, esteve no elenco de O Quarteto Fantástico como Tocha Humana -, Chris confessa que as histórias em quadrinhos não eram presentes na sua infância, mas que as leu para interpretar os personagens. Ele está feliz (e confiante) como o super soldado no filme. Tanto é que espera uma continuação. “Eu tenho um palpite que haverá continuação. Não é certeza, precisamos esperar para ver o resultado do primeiro, mas eu anteciparia que sim”.

Os Vingadores

Além de ação, o filme da Marvel baseado em histórias em quadrinhos criada por Stan Lee e Jack Kirby também investe nas piadas, forçadas em algumas ocasiões. Um dos destaques do filme é a interpretação de Robert Downey Jr., na pele do excêntrico bilionário egocêntrico Tony Stark. Robert revive o Homem de Ferro, dando ao personagens boas doses de um humor sarcástico que funciona e rouba a cena. Sem muitas surpresas mas com ingredientes certos para filmes do tipo, Os Vingadores deve agradar fãs de filmes de ação e, é claro, de HQs.

Fonte: portal TERRA