Gal Gadot, o roteiro e a direção: o Sucesso de Mulher-Maravilha

Mulher-Maravilha, estreou 2/6/17

Que o filme é bom, parece que a essa altura – 3 dias depois da estréia mundial – todo mundo já sabe, por já ter assistido ou por ter ouvido falar. Mas o que você pode esperar e os sinais que mostram o sucesso do filme, eu não vi falarem.
Fico feliz que os valores arrecadados no primeiro final de semana sejam impressionantes – mais de US$ 100 milhões – mas quem gosta do universo dos Quadrinhos de aventuras bem como filmes do gênero, merece um pouco mais, não é?

ROTEIRO
Definitivamente o roteiro é um dos grandes acertos do filme. A direção (Patty Jenkins) não fica atrás. Na medida, mostra a origem, e o crescimento do personagem, sem pieguice. O roteiro literalmente faz a platéia rir da própria história nos momentos que parecem “impossíveis” mesmo para uma super-heroína (rs), e o filme cresce à medida que a personagem segue descobrindo seu próprio potencial, sua origem, além do que lhe foi dito oficialmente. Esse é o verdadeiro triunfo. A força da Mulher-Maravilha será descoberto por você e por ela própria, ao mesmo tempo!

Se você quer leveza e aventura, com humor, sem pieguice, e ainda um roteiro bem amarrado, vai assistir o filme Mulher-Maravilha!
Eu assisti pela primeira vez no dia 3, e com certeza vou novamente!

:: Wilton Bernardo para o Blog da Oficina HQ – Curso de Quadrinhos
artista visual, quadrinhista e designer gráfico
oficinahq@hotmail.com

Anúncios