DC Comics revela personagem transgênero em Batgirl # 19

bat girl

A revista Batgirl # 19, que conta com roteiros de Gail Simone e arte de Daniel Sampere e Vicente Cifuentes, foi lançada ontem nos Estados Unidos, causando uma grande repercussão na mídia. O motivo é a revelação de que Alysia Yeoh, personagem com a qual a heroína divide o apartamento e cuja primeira aparição se deu em Batgirl # 1 (setembro de 2011), revelou ser transgênero e bissexual.

De acordo com a DC Comics, ela seria o primeiro transgênero a aparecer em uma revista popular de super-heróis.

A inspiração de Simone veio de uma conversa com o escritor Greg Rucka (um dos responsáveis pela criação da nova Batowman, que, nas histórias, é abertamente homossexual), há alguns anos, na convenção WonderCon. “Olhei para o público e vi dezenas de rostos, muitos deles LGBT, e todos leitores ávidos de quadrinhos. Daí me questionei o motivo de não falarmos mais sobre o assunto e representarmos melhor essa parcela dos nossos leitores”, revelou durante entrevista ao site Wired.

A autora apresentou a proposta para o editor Dan DiDio, que aprovou a ideia. “Pensei que teria que fazer uma grande defesa da proposta, mas ele apenas parou, me perguntou como isso afetaria a história da Barbara Gordon, e aprovou imediatamente”, revela.

Para ela, a diversidade é um assunto muito importante para ser abordado nos quadrinhos de super-heróis. “Nós temos um problema que outras mídias não possuem. Quase todos os principais personagens da indústria foram criados há mais de 50 anos, e não podemos ficar nos baseando apenas nos conceitos daquela época”, explica.

A diversidade de opção sexual vem ganhando bastante espaço nos quadrinhos ultimamente, com a DC e a Marvel sendo bem abertas sobre o assunto. Na DC, além da Batwoman, o Lanterna Verde da Terra 2 também é gay. Já na “Casa das Ideias”, o herói mutante Estrela Polar se casou com seu parceiro.

bg_19_4

Fonte: universohq
Samir Naliato

Publicidade:

banner_oficina_hq_abril_2013

Anúncios

Mundo dos Super-Heróis 33 já nas bancas

Dossiê Os Vingadores
Uma edição imperdível para curtir ainda mais o filme do ano

Os maiores super-heróis da Terra já conquistaram a maior bilheteria do gênero – mais de 1 bilhão de dólares – e mostram que tem fôlego para ir mais longe. Cheio de cenas de ação, atores renomados e personagens clássicos, Os Vingadores se tornou fenômeno mundial.

A revista Mundo dos Super-Heróis 33 traz mais de 20 páginas com a história do grupo, detalhes da produção, escolha do elenco, origem nas HQs, ligação entre os filmes-solo da Marvel e muitas curiosidades. Além disso, a revista conta com dois pôsteres centrais – de um lado, uma linha do tempo dos heróis nos quadrinhos e, do outro, uma imagem do grupo na produção cinematográfica.

Muito mais:

Além dos Vingadores, a revista traz muitas outras reportagens interessantes:

Will Eisner (9 páginas)
Saiba mais sobre o roteirista e desenhista que criou o herói Spirit e influenciou os caminhos da indústria dos quadrinhos.

The Big Bang Theory (7 páginas)
Conheça a história, os personagens e as curiosidades da badalada série com cientistas nerds apaixonados pelo mundo pop.

Heróis da Bloch Editores (8 páginas)
A trajetória e as curiosidades da polêmica Bloch, que até hoje divide opiniões entre os leitores brasileiros.

Marvel Anime (7 páginas)
Iron Man, Wolverine, X-Men e Blade: as impressionantes animações japonesas com heróis da Marvel produzidas pelo estúdio Mad House.

Homens de Preto III (6 páginas)
Os que esperar da nova superprodução dos cinemas que estreia dia 25/5. Inclui bastidores, curiosidades e origem das HQs.

Coadjuvantes muito especiais (5 páginas)
Superman e Kennedy, Capitão América e Reagan, Tocha Human e Hitler… Os mais curiosos encontros entre heróis das HQs e personalidades.

Novidades em action-figures (4 páginas)
Confira o que aconteceu na Abrin, a terceira maior feira de brinquedos do mundo, que contou até com a presença de Chris Evans, o Capitão América do cinema.
Peneira Pop (7 páginas)
Notícias e afins: detalhes da QuantaCon; entrevista com Chris Peter, a brasileira que concorre ao prêmio Eisner; Supergirl em Cosplay; tabela de cursos e eventos do período…

Mundo Bonelli: Trabalho dos sonhos (1 página)
A trajetória de Júlio Schneider, o fã brasileiro de Tex que se tornou o tradutor dos heróis Bonelli.

Superleitores (4 páginas)
Comentários e análise de desenhos de leitores.

Recebemos (4 páginas)
Resenhas de HQs e DVDs
Não perca tempo: compre já a sua!

Interessados em fazer assinatura e receber as edições com mais rapidez?
Segue o contato: (11) 3038-5050 ou 0800 8888 508 ou acesse www.europanet.com.br/superheroi

:: Oficina HQ

Editora Draco faz concurso de quadrinhos

A Editora Draco pretende organizar uma antologia de contos que abordem aventuras de super-heróis de forma criativa e original, de preferência com enredos que mostrem personagens inseridos direta ou indiretamente na cultura brasileira ou portuguesa.

Não há regras quanto ao tipo de história, pode ser a origem do personagem ou apenas uma grande aventura com ele. O único requisito é que o protagonista seja psicologicamente bem construído. As histórias devem ter entre 3 e 12 mil palavras.

É preciso ser uma criação original. Portanto, é vetado o uso de super-heróis da DC Comics ou Marvel. Inclusive por problemas de direitos autorais.

Os contos devem ser enviados em formato rich text file (RTF) para os e-mails lfvasques@gmail.com e glodir@unisys.com.br, com cópia para ericksama@gmail.com. O prazo final para o envio das história é até dia 31 de março de 2012.

Para mais detalhes, acesse o blog da Editora Draco.

Fonte: Universo HQ