Filme “Turma da Mônica – Laços”


Em “Turma da Mônica – Laços”, live-action que leva os quadrinhos de Mauricio de Sousa ao mundo real, Kevin Vechiatto é o Cebolinha; Gabriel Moreira é o Cascão; Giulia Barreto é a Mônica; e Laura Rauseo é a Magali. Também estão no elenco Monica Iozzi, como a Dona Luísa, Paulo Vilhena como seu Cebola, e Ravel Cabral como Homem do Saco. A direção é de Daniel Rezende (“Bingo: O rei das manhãs”).

“Turma da Mônica – Laços”, filme, que leva os quadrinhos de Mauricio de Sousa ao mundo real, chega aos cinemas em 27 de junho de 2019.
A história é baseada na história em Quadrinhos Laços, criada por Vitor Cafaggi e Lu Cafaggi.
O que dizer dessa história em quadrinhos hien!? Quem não leu ainda, sugiro que corra para livraria e se permitam esse verdadeiro deleite. É leve, emocionante, tocante.
Acredito que cada um que conheceu a história através da publicação deve estar como eu, torcendo para que a adaptação para o cinema consiga levar o clima tão gostoso, a atmosfera que apesar de infantil, toca a pessoas de qualquer idade.

Confira o trailler:

:: Wilton Bernardo, professor do Curso de Quadrinhos da Oficina HQ
@oficinahq

‘Turma da Mônica: Laços’ ganha vídeo dos bastidores

OK, se você vive ligado nas notícias em torno das UQ´s, deve estar cansado de saber que a publicação de 2015 “Turma da Mônica – Laços” está sendo adaptada para o cinema. Então, segue abaixo um vídeo dos bastidores. Se liga ai abaixo.
Link: http://cinepop.com.br/turma-da-monica-lacos-ganha-video-dos-bastidores-180395

Mas se isso tudo é novidade para você, sugiro que além de ver o vídeo de bastidores, veja os 2 parágrafos abaixo:


1 – História em Quadrinhos publicada em 2015!
Isso mesmo. Para quem não sabe, “Turma da Mônica – Laços” é um dos vários romances gráfico publicados em 2013 pela Panini Comics como parte do projeto Graphic MSP, que traz releituras dos personagens da Turma da Mônica sob a visão de artistas brasileiros dos mais variados estilos. É uma leitura deliciosa!
Sabe aquelas leituras que despertam emoção, nos fazem rir e encher os olhos de lágrimas?! Bom, comigo, pelo menos foi assim. Com toda a divergências dos personagens, quando, diante da dificuldade, a amizade se sobrepõe às diferenças, é incrível. Umas das melhores HQ´s que já li da turma da Mônica, se não a melhor. Enquanto o filme não sai, vai na livraria e adquire sua publicação!
Data da primeira publicação: 17 de julho de 2015
Para cada publicação idealizada, artistas diferentes foram convidados. E para “Laços” a missão ficou por conta dos irmãos Lu Cafaggi, Vitor Cafaggi
Editora: Panini Comics

2 – Como surgiu a parceria entre o diretor do filme, Daniel Rezende e o Mauricio de Sousa para realizar o filme?
Sou um adulto que leu os gibis do Mauricio quando criança e sempre me perguntei por que os personagens da Turma da Mônica nunca tiveram uma versão em filme. Quando li Laços, a graphic novel criada pelos irmãos Vitor e Lu Caffagi, é que tive o estalo de como eles poderiam ser de verdade e pensei em dar vida àquilo, já que este mundo fez parte da minha história pessoal desde a infância. Passei um ano correndo atrás disso quando, na Comic-Con, soube que o Maurício também tinha interesse e fui bater na porta dele para dar a ideia e me oferecer como diretor. Foi um casamento imediato.

:: Wilton Bernardo – Coordenador do Curso de Quadrinhos e Desenho Oficina HQ (Salvador-BA) @oficinahq e criador da marca Laço Afro @lacoafro
http://www.wiltonbernardo.com

Oficinas de Desenho e de HQ em Salvador


Inscrições abertas
Oficinas de Quadrinhos e de Desenho aos sábados

Aulas de artes gráficas prometem muita criação e movimento para os sábados de julho, agosto e setembro em Salvador! São as Oficinas de Desenho que acontecerão às tardes no Museu Carlos Costa Pinto e as Oficinas de Quadrinhos que acontecerão às manhãs no Horto Florestal. A realização da Ação Cultural Oficina HQ, coordenada pelo artista visual Wilton Bernardo tem o objetivo de movimentar a cena das artes gráficas em Salvador dando alternativas para quem gosta e deseja se aprimorar na área.

Oficina de Desenho
Com a proposta de realizar exercícios, ensinar técnicas de desenho, criar personagens e estimular a prática da escrita (de forma lúdica e espontânea), estimulando o desenvolvimento da percepção visual, a Oficina de Desenho será realizada no Museu Carlos Costa Pinto, para crianças de 8 a 12 anos. As aulas serão ministradas por Wilton Bernardo e Isadora Sabar. São apenas 12 vagas para garantir que os alunos recebam toda a atenção necessária.

Oficina de Quadrinhos
A proposta da Oficina de Quadrinhos é abordar as etapas de construção de uma HQ, partindo da proposta, analisando publicações e personagens de sucesso passando por experimentações como criar personagens, desenho, roteiro, análise de recursos narrativos e simbologia das cores, além de falar sobre registro de personagens e direito autoral. As aulas acontecerão no Estúdio Foto e Design, no Horto Florestal de Brotas, e são disponibilizadas apenas 10 vagas.

Todos os professores que atuam na Oficina HQ são graduados, além de terem capacitação específica aos temas que abordam. Wilton Bernardo, idealizador da Ação Cultural já realizou, através da Oficina HQ, dezenas de Oficinas em parceria com espaços como EBEC, Aliança Francesa, ACBEU, Faculdade Ruy Barbosa e o Museu Carlos Costa Pinto, com o qual já tem parceria de longa data. Muitas exposições online e em galerias também foram promovidas para estimular e valorizar os artistas gráficos, alunos ou não.

Serviço:
1) Oficina de Desenho (8 a 12 anos)
Local: Museu Carlos Costa Pinto, Corredor da Vitória, Salvador-BA
Horário: 15 às 17h
Período: aos sábados, de 21/7 a 15/9/18 (não haverá aula no dia 8/9)
Investimento: 2x R$ 240

2) Oficina de Quadrinhos (estudantes a partir de 14 anos, para adolescentes e adultos)
Local: Estúdio Foto e Design – Rua Waldemar Falcão, 586, Horto Florestal de Brotas, Salvador-BA
Horário: 9 às 11h, aos sábados
Período: aos sábados, de 21/7 a 15/9/18 (não haverá aula no dia 8/9)
Investimento: 2 x R$ 240

Informações e inscrições:
whatsapp (71)99305-9093
Instagram: @wilton_bernardo ou @oficinahq
Facebook: oficinaHQoficial
Email: oficinahq@hotmail.com

:: Wilton Bernardo é o criador da marca Laço Afro (@lacoafro) e da Ação Cultural Oficina HQ que além de dar nome a este Blog, assina outros produtos culturais e educativos, realizados desde setembro/2003; entre as ações estão as Oficinas de Quadrinhos, Oficinas de Desenho e Exposições coletivas de artes gráficas diversas

Gutemberg Cruz entrevista Wilton Bernardo

fui entrevistado pelo querido Gutemberg Cruz, um jornalista que admiro muito pois há muito tempo já faz parte de minha história. Sabe por quê? Quando eu era adolescente, o segundo Curso de Quadrinhos que participei na vida, foi ministrado por ele! E foi justamente como atividade final deste curso de História dos Quadrinhos na Fundação Casa de Jorge Amado, que criei um dos meus pesonagens “Dona Dedé” que hoje tem uma página com POST curtido e complartilhado por mais de 1.000 pessoas! Na entrevista falamos sobre esta personagem, sobre minhas inspirações para criar, sobre os personagens que sou co-autor com o Carlinhos Brown (Paxuá e Paramim) e cuja primeira publicação foi ilustrada por mim em 2012, entre muitos outros assuntos.

Parte da entrevista:

Gutemberg Cruz- Qual a informação que alimenta o seu trabalho?

Wilton Bernardo – O que alimenta o meu trabalho, definitivamente é a pesquisa. É como trilhar um caminho que não se sabe onde vai dar, mas é o norte, pra acertar, ou no mínimo, fazer algo dentro do que foi proposto, do que foi desejado.

GC – O que você mais gosta de fazer hoje?

WB – Criar. O meu grande tesão sempre foi e acredito que será sempre criar. Seja o que for, dentro das artes gráficas, do design. Criar soluções, inventar. Sempre tem uma ou outra pessoa que fala “Nada se cria, tudo se copia”, e essa frase, definitivamente não me representa.. rsrsrs

Eu percebi isso em mim, sabe quando? Quando eu desejei trabalhar na empresa de Maurício de Souza. Teve uma época em que eu cheguei a fazer algumas etapas de avaliação. Bom, para apresentar Dona Dedé, tive o maior entusiasmo, responder as perguntas que era uma outra etapa, foi tudo bem, mas na hora de desenhar os personagens do Maurício…. eu simplesmente não fazia… e eu admiro muito toda a história daquele homem. Admiro demais! Mas a questão começou a ficar claro pra mim: o meu tesão era criar, não copiar, não representar criações de outros. Claro que eu respeito todos que fazem, graças a Deus, existem diversas funções dentro dessa indústria, e cada pessoas tem um prazer, seja roteirizar, desenhar, arte finalizar, colorir, enfim. O importante é fazermos aquilo que realmente nos deixa feliz.

GC: Em 2012 você criou os personagens Paxuá e Paramirim. Conte sobre eles

WB – O livro Paxuá e Paramim, foi publicado em 2012 com 2 índios crianças que se preocupam com o meio ambiente, preservação da natureza . O texto é do Carlinhos Brown cuja produção me convidou para ilustrar a história infantil. Mas quando fui me reunir com a produtora, ainda não existiam os personagens, havia apenas os nomes Paxuá e Paramim. Então eu desenvolvi a estética, a imagem dos personagens. Não tinha como ilustrar sem criar primeiro os personagens. Então, depois dos personagens criados, ilustrei o livro infantil que foi distribuído durante uma exposição de artes plásticas que o cantor fez na Caixa Cultural de Brasília.

Quer ler a entrevista completa? Acessa veja na íntegra, publicada no Blog do Gutemberg Cruz acessando o link “ENTREVISTA com Wilton Bernardo”.

:: Wilton Bernardo é o criador da marca Laço Afro (@lacoafro) e da Ação Cultural Oficina HQ que além de dar nome a este Blog, assina outros produtos culturais e educativos, realizados desde setembro/2003; entre as ações estão as Oficinas de Quadrinhos, Oficinas de Desenho e Exposições coletivas de artes gráficas diversas

Neymar vira personagem de história em quadrinhos

Depois de fazer sucesso nos gramados, Neymar tem a chance de ser astro também em outra dimensão. O craque do Santos, lançou nesta quinta-feira, ao lado de Maurício de Sousa, o gibi “Neymar JR.”. A história será publicada mensalmente e a primeira edição, chamada de “Um garoto talento” deve chegar às bancas no dia 30 deste mês.

neymar

A expectativa é de que, no futuro, a história vire até um longametragem animado. Pelé, Ronaldininho Gaúcho, ROnaldo e Maradona já foram personagens de Maurício de Sousa.

Fonte: super esportes:

Publicidade:

banner_oficina_hq_abril_2013

Salvador sedia Festival de Quadrinhos

Maurício de Souza, que estará no I Festival Anual de Quadrinhos, em Salvador

Entre os dias 6 e 9 de outubro, no Salvador Shopping, acontece o I Festival Anual de Quadrinhos. O evento, que é uma experiência inédita na Bahia, contará com a presença do cartunista Maurício de Sousa, criador da série “Turma da Mônica”, além do desenhista Luis Augusto, autor do “Fala Menino!”, e de diversos artistas do país.

Com objetivo de difundir os quadrinhos nacionais, em especial a produção baiana, a programação do evento inclui, além dos bate-papos com autores, lançamento de livros, exposições, oficinas e shows.

O I Festival Anual de Quadrinhos é uma iniciativa da Multi Planejamento e da Fala Menino Produções, que também estão à frente do I Salão de Humor da Bahia, evento que promove, no dia 22 de setembro, também no Salvador Shopping, uma exposição com 45 obras, entre tiras, cartuns e charges.

Fonte: Jornal A Tarde

Petrobras patrocina animações da Turma da Mônica


Neste ano de 2011, a Petrobras completa 500 filmes patrocinados.
Para comemorar o marco, a estatal convidou Mauricio de Sousa para fazer um crossover entre os personagens da Turma da Mônica e alguns dos maiores sucessos do cinema brasileiro.

Assim, Chico Bento, Cebolinha, Mônica, Cascão e outros aparecem em curtas animados brincando com Cidade de Deus, Tropa de elite, Se eu fosse você, Saneamento básico, O cheiro do ralo, O Homem Que Copiava e Meu nome não é Johnny.

A campanha foi lançada no Anima Mundi, em São Paulo. Existem outras animações disponíveis no youtube.

Fonte: Universo HQ

Revista da Mônica completa 500 edições

Revista em quadrinhos da Mônica completa 500 edições

Já está nas bancas o gibi Mônica # 54, que chega celebrando 500 edições da revista em quadrinhos estrelada pela mais famosa personagem de Mauricio de Sousa.

Ao longo de mais de 40 anos, o título passou pelas editoras Abril e Globo e, atualmente, é publicado mensalmente pela Panini.

Em cada mudança de editora, a revista recomeçou a numeração de capa. Foram 200 edições pela Abril e 246 sob a chancela da Globo.

Pela Panini, o número 54 aportou nas bancas em duas versões: uma normal, custando R$ 4,90, e a outra com capa metalizada e miolo em papel especial, ao preço de R$ 5,90. Todas são em formatinho e trazem o mesmo conteúdo editorial, em 80 páginas coloridas.

A HQ de abertura, As 500 edições da Mônica, celebra o evento resgatando alguns dos grandes momentos da longa história do gibi da personagem.

Fonte: Universo HQ